Marzo 19, 2017

Renting: vantagens e desvantagens, Popular Empresas

Written by

credito que es yahoo

Passo a passo, o Popular leva o seu negócio ao próximo nível

Renting: vantagens e desvantagens

Publicado em 2 Agosto 2015

Uma das principais máquinas da sua empresa avariou inesperadamente. É preciso substituí-la com urgência, mas não tem orçamento disponível. O recurso ao renting é uma opção.

O renting de equipamentos é uma das soluções de financiamento a que as PME podem recorrer para potenciar a sua competitividade e eficiência.

É um modelo de financiamento que tem impacto relevante a nível fiscal e de tesouraria nas empresas e é um mercado em crescimento. Com um contrato de renting, as prestações podem ser orçamentadas com rigor e no final as opções são variadas.

O que é o renting de equipamentos?

Um contrato de renting de equipamentos corresponde a um aluguer por um período pré-determinado, com uma renda pré-fixa. No final desse contrato, o cliente tem a possibilidade de o renovar para a aquisição, por exemplo, de um novo equipamento, ou propor a compra do bem alugado.

Quais são os pontos fortes?

– A nível fiscal, as rendas de renting são um custo do exercício e são consideradas na sua totalidade. Podem ser contabilizadas no IRC como “rendas e alugueres” e a amortização acompanha o fluxo financeiro.

– Na estrutura de balanço, o renting tem a vantagem de não contar como imobilizado e a dívida não existe na coluna do passivo. Isto significa que a empresa com contratos de renting acaba por melhorar o rácio de autonomia financeira e controla mais facilmente o nível de endividamento.

– Evita o consumo de linhas de crédito junto da banca. Tal só acontecerá se o gestor optar por adquirir o equipamento no final do prazo.

– O renting de um equipamento com elevado perfil tecnológico permite à empresa calendarizar a mudança de equipamentos e incluí-la no contrato inicial ou, simplesmente, esperar pelo fim do contrato e solicitar uma troca de equipamentos. Esta situação melhora a eficiência da empresa.

– Caso o gestor considere proveitoso um investimento de longo prazo, tem a opção de transformar o renting numa compra, sendo que esta se pode geralmente fazer com um contrato de Aluguer de Longa Duração (ALD). Na prática, a empresa compra a crédito e no final deste prazo de ALD terá apenas de liquidar o remanescente das rendas.

prestamos en 15 minutos colombia

– O renting transforma uma compra em fonte de financiamento.

– No contrato de renting estão incluídas todas as manutenções e garantias.

Quais são os pontos fracos?

– Podem existir alterações fiscais que afetem as empresas e este tipo de contrato. É relevante estar atento aos benefícios fiscais que constam do Orçamento do Estado.

– Um contrato de renting de equipamento terá de ser bem pensado em termos de prazo, sob pena de a empresa pagar o aluguer durante um período em que deveria estar a adequar o investimento a uma nova tecnologia. Claro que poderá pedir uma reapreciação do contrato, mas é provável que a empresa de renting imponha condições mais duras.

– No caso de rendas indexadas (e não fixas) existe o risco de alteração do valor. É relevante uma renda fixa durante todo o período para o gestor antecipar as necessidades de fundos e evitar o incumprimento.

– É necessário ter atenção a algumas cláusulas nos contratos que envolvem número de horas de uso ou quilómetros de utilização máxima, sendo que, quando são ultrapassados os valores, existem penalizações.

Recursos

Ver este video: CONSEGUIR 80 GEMAS GRATIS CADA 5 MINUTOS en Clash Royale 100% Legal [Dark Unity]


Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Proudly powered by WordPress and Sweet Tech Theme